quinta-feira, 13 de agosto de 2009

A Vida é Bela

Adiei ao máximo assistir a este filme porque tinha uma certa antipatia por ele desde que venceu o oscar de 1998, ano em que competiu com "Central do Brasil", um dos melhores filmes nacionais, na minha opinião. (Choro toda vez que assisto).
Mas o destino fez que eu assistisse, pois ganhei-o de minha filha que assistiu e pensou:" Minha mãe tem que ver este filme". Mesmo assim faz quase um ano que ele estava guardado e ontem minha filha exigiu:" Hoje você vai assistir comigo!"
Nossa achei-o muito sensível, tocante mesmo.Uma obra de arte!
É precioso, reune tantos adjetivos que mal posso enumerá-los.
Hoje posso dizer que o resultado foi muito justo, pois somos surpreendidos a todo instante por um homem que tira da manga, recursos inusitados para que o filho não perceba a terrível realidade da guerra. Realmente é um filme inesquecível.
Trecho do filme no campo de concentração:

Um comentário:

Pedro Henrique disse...

É um filme muito bom mesmo. Gosto bastante também. Sofre um pouco com pressão da imprensa especializada que conseguiu colocar na cabeça do público leigo que o filme é isso e aquilo. Mas isso não importa nada, afinal!

Abs!