domingo, 20 de julho de 2008

DE CABO A RABO

Biografia de Dercy Gonçalves, por Maria Adelaide Amaral
A atriz Dercy Gonçalves, que no último dia 23 de junho completou 101 anos (ou 103, de acordo com sua versão), morreu na tarde deste sábado (19) no Hospital São Lucas, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. Dercy Gonçalves foi uma das pioneiras da teledramaturgia brasileira, e atuou em novelas até 1992, com “Deus Nos Acuda”, da TV Globo. Sua estréia no teatro aconteceu em 1929, na cidade de Leopoldina (MG), em dueto com o ator Eugênio Pascoal. No Rio de Janeiro, faz carreira no teatro de revista na década de 30 e nos anos 40.
No ano de 1943, estréia no cinema com o filme “Samba em Berlim”, e desde então participou em mais de 30 filmes. O último lançado em vida foi o curta-metragem “Célia & Rosita”, de 2000. Dercy ainda participou de “Nossa Vida Não Cabe Num Opala”, longa de Reinaldo Pinheiro premiado no Cine PE em maio deste ano, que ainda não foi lançado comercialmente.
Conhecida por seu humor debochado e pelos palavrões, tornou-se sinônimo de improviso e irreverência. Nascida Dolores Costa Gonçalves, em Santa Maria Madalena, no Rio de Janeiro, adotou em 1927 o nome artístico de Dercy Gonçalves para tentar a carreira de cantora.
O PDL presta uma homenagem, divulgando sua biografia.
Baixe a Biografia de Dercy
Fonte: Projeto Democratização da Leitura

Um comentário:

Rodrigo Azevedo disse...

O único filme da Dercy que vi foi o Cala a Boca Etelvina. Bem divertido. Volta e meia passa na TV Cultura.