sábado, 7 de novembro de 2009

A Festa da Liberdade



Trabalhadores instalam o dominó gigante que será derrubado para comemorar  os 20 anos da queda do Muro de Berlim, nesta segunda-feira, dia 09 de novembro.

O Muro de Berlim (em alemão: Berliner Mauer) foi uma barreira física separando Berlim Ocidental da República Democrática Alemã (RDA) (Alemanha Oriental), incluindo Berlim Oriental. Ambas as fronteiras passaram a simbolizar a cortina de ferro entre a Europa Ocidental e Oriental e, finalmente, entre E.U.A. e da União Soviética, por mais de um quarto de século, desde a construção que começou  no dia 13 de agosto de 1961 até o  dia 9 de novembro de 1989.
 Muitas famílias foram separadas, enquanto berlinenses orientais empregados no Ocidente se separaram de seus trabalhos; Berlim Ocidental tornou-se um enclave isolado em um terreno hostil. Além disso, a cadeia de cercas, muros, campos de minas e outros obstáculos foram instalados ao longo da fronteira alemã entre Alemanha Oriental e Ocidental.  A grande maioria dos alemães orientais já não podia viajar ou emigrar para a Alemanha Ocidental.
Quando o governo da Alemanha Oriental anunciou em 9 de novembro de 1989, após várias semanas de distúrbios civis, que todos os cidadãos da RDA poderiam visitar a Alemanha Ocidental e Berlim Ocidental, multidões de alemães orientais subiram e atravessaram o muro, juntaram-se aos alemães ocidentais, do outro lado em uma atmosfera de celebração. Na noite de 9 de novembro de 1989, "cai" o infame MURO de Berlim, o maior símbolo da Guerra Fria, que dividia a cidade de Berlim ao meio. Ao longo das próximas semanas, as partes da parede foram sendo destruidas  pelo povo eufórico e por caçadores de souvenirs, equipamentos industriais mais tarde foram usados para remover quase todo o resto. A queda do Muro de Berlim, abriu o caminho para a reunificação alemã, que foi formalmente celebrada em 3 de outubro de 1990.
Para comemorar o fim da cortina de ferro, estão sendo organizados eventos culturais, batizados de "Festa da Liberdade".  Uma das comemorações será  a derrubada de um dominó gigante que, ao longo de 1,5 quilômetro, acompanhará o antigo traçado do muro.

O documentário abaixo não está legendado, mas vale a pena assisti-lo porque contém cenas reais do povo quando se depararam com a situação política imposta.

Da queda do muro à reunificação
Esse vídeo tem cenas ótimas:

3 comentários:

Márcia disse...

lembro-me como se fosse hoje , vendo este momento histórico para o mundo todo , sendo transmitido ao vivo, a derrubada do muro de Berlim, fico contente por estarmos vendo esta festa do povo alemão, depois de tanto sofrimento. ötimo documentário, parabéns.

Miriam disse...

Eu também lembro daquelas cenas e da famosa cortina de ferro.Que povo sofrido!

Pedro Henrique disse...

Eu nasci no ano da queda do muro, mas conheço muito da história. Muito bom o vídeo mesmo!