sábado, 17 de outubro de 2009

Oscar Niemeyer: Mestre da forma

Na década de 1950, o Brasil decidiu que seria uma ideia perfeitamente razoável mover a capital para o centro do planalto, interior do país. Para facilitar este esforço apreciável convocaram Oscar Niemeyer, defensor da arquitetura moderna ao lado de seu amigo Le Corbusier, que co-projetou o edifício da ONU em Nova York, para construir uma cidade no meio do Planalto.

Sua estética arquitetônica gira em torno de projetos e por simetria usando apenas a intuição.Em outros casos, ele começa uma ideia com um simples desenho em preto e branco (na verdade, seu escritório tem um arquivo considerável de esboços).

2 comentários:

Helaine Giraldeli Balla disse...

Oi,Miriam! Que surpresa! Eu tbm visito sempre o seu blog desde a indicação da Doralice. Obrigada pelo seu comentário. Saudade do PDE!

Estou preparando um post sobre o Niemeyer, minha paixão, tomara que os alunos gostem.

Grande Beijo!

Pamela Evelyn (Pam) disse...

Passei para conferir a prof Helaine mostrou o endereço no blog é ai eu falei deve ser muito bom e acertei Logo quando entrei vi Oscar Niemeyer já ouvi coisas boas sobre ele.
Ele é um grande arquiteto
Bem legal seu blog parabéns